Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
 
Tapiraí, 19 de fevereiro de 2018 | COMO CHEGAR ATÉ NÓS ATRAVES DE SUA LOCALIZAÇÃO:
facebook
facebook
















Webmail
Turismo
Transparência
LICITAÇÕES
Jornal oficial
Recursos Humanos
Mapa Site
O que você precisa saber sobre Febre Amarela
Imagem Noticia para indexar no facebook

Segundo o Ministério da Saúde, a Febre Amarela é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus que fica nas matas e transmitido por mosquitos infectados. A doença tem duas formas de transmissão, a Silvestre - que é a mais comum e atinge quem anda por matas e florestas; e a Urbana - que atinge os seres humanos e se prolifera por meio do mosquito Aedes Aegypti.


Os macacos são hospedeiros que nos am dos locais de infestação, especialmente o da espécie Bugio, pois é menos resistente e morre rapidamente após o contágio. Então é muito importante lembrar que os macacos são nossos amigos no monitoramento da disseminação do vírus e não são transmissores da doença, matá-los é crime ambiental e prejudica os trabalhos de prevenção.

A Febre Amarela é transmitida somente pela picada do mosquito, não há transmissão de uma pessoa para outra.
Os sintomas da doença são febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo. Nos casos mais graves a pessoa fica com a pele e os olhos amarelos (icterícia), e tem hemorragias que podem aparecer nas gengivas, nariz, estômago, intestino e urina.

A melhor forma de combate à Febre Amarela é a Vacinação. Após o contágio o tratamento é dos sintomas. Somente um médico pode diagnosticar a doença, assim em caso de suspeita o paciente deve procurar atendimento médico, pois ficará em observação e repouso. Nos casos mais graves a falta de assistência médica pode levar a morte.

A Vacina é gratuita e pode ser tomada em qualquer época do ano nos Postos de Saúde. Todos os moradores das áreas onde o vírus foi detectado, com idade a partir dos 9 meses, devem tomar a vacina. As gestantes, os Idosos maiores de 60 anos, as pessoas com sistema imunológico debilitados e as pessoas alérgicas ao ovo, devem passar por consulta médica antes de tomar a vacina.

Para os pacientes que não podem receber a vacina, é importante tomar alguns cuidados para a prevenção, tais como: usar camisas e calças compridas e fazer uso de repelentes e/ou outras formas de espantar os mosquitos.

O que você precisa saber sobre Febre Amarela

E não vamos esquecer que para deter o avanço do vírus é imprescindível combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti em área urbana, que além da Febre Amarela, também transmite a Dengue, a Zika e a Febre Chikungunya.

Em nosso município tivemos algumas ocorrências com macacos mortos que foram enviados para análise, contudo ainda não há confirmação da causa de suas mortes. Não há motivo para pânico, pois segundo informação da Secretaria de Saúde todos os moradores dessas áreas já foram devidamente vacinados, e a campanha de vacinação já atingiu boa parte da população do município.

Pedimos aos moradores e turistas que evitem entrar nas matas das áreas onde há suspeita da presença do vírus, sendo elas dos bairros dos Garcias, Góes e Juquiazinho.

Para mais informações procure o posto médico mais próximo, informe casos da doença e denuncie locais com possíveis criadouros do mosquito para a Vigilância Sanitária.

Os Postos de Saúde de Tapiraí, do Centro e do bairro do Turvo estão funcionando de segunda à sexta-feira das 8h às 16h. Não deixe de tomar a Vacina!







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior
logo câmara
Rua Augusto Moritz, 305 - Centro
- CEP 18180-000 - Tapiraí - SP
Telefone: (15) 3277-4800
Total de Visitas: 211080   |  Online: 2


2018 © Todos os direitos reservados